Anna Carvalho de Oliveira

Nascida na década de 1920, na Fazenda Pedra Preta, no município de Avaré, interior do estado de São Paulo, Anna foi criada na fazenda onde nasceu, em meio a seus tios e primos, sem acesso a luz elétrica, água encanada ou até mesmo rádio. A rotina era marcada pelo trabalho em casa e na fazenda, bem como mutirões, sempre seguidos de bailes animados pelo único sanfoneiro da região, seu primo Benedito, que aconteciam na casa de sua avó Nhanhã – sede da fazenda. Recém-casada, com dois filhos pequenos, Anna e seu marido Roque fizeram parte do grande fluxo migratório que varreu o interior do estado de São Paulo em direção à nova fronteira. Na época da ainda incipiente povoação do noroeste paranaense, foram pioneiros em Paranavaí, onde formaram sua família e partilharam dos louros e sacrifícios daqueles que ousaram deixar seu torrão natal e desbravar um novo mundo.

Comentários